Provedores regionais promovem inclusão digital

  • Provedores regionais promovem inclusão digital

Hoje, dia 17 de maio, é comemorado o Dia Mundial da Internet. A data foi instituída no ano de 2006 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e tem como objetivo lembrar conquistas no setor e promover a inclusão digital. Ter acesso à internet é requisito praticamente obrigatório para trabalhar, estudar e até mesmo relaxar nos dias atuais, e os números desse setor crescem a cada ano. De 2015 a 2019 houve um aumento de mais de 37% nos acessos à rede em Mato Grosso do Sul segundo dados da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), e boa parte da responsabilidade por esse crescimento é das chamadas Prestadoras de Pequeno Porte (PPPs), que no Estado representam 60% da internet fornecida e estão presentes nos 79 municípios.

“O cenário que temos hoje aqui no Mato Grosso do Sul é muito positivo pro nosso segmento. Alguns fatores contribuem com isso, como por exemplo o agronegócio, que depende muito de tecnologia mas as grandes operadoras não chegam nas fazendas, nas indústrias e em áreas que são mais afastadas, e os provedores regionais conseguem chegar até lá e atender com qualidade”, explica Dário Burda Júnior, presidente da APIMS (Associação de Provedores de Internet de Mato Grosso do Sul).

De acordo com a Anatel, em janeiro desse ano o serviço de banda larga fixa registrou 31,1 milhões de contratos ativos, um crescimento de 6,1% em doze meses (mais 1,8 milhão de assinantes). Cerca de 90% desse aumento foi registrado pelas PPPs, empresas que detêm menos de 5% de cada mercado de varejo em que atuam. As Prestadoras de Pequeno Porte totalizaram 7,4 milhões de contratos ativos, aumento de participação de 28,5%. “As grandes operadoras (Oi, Tim, Claro, entre outras) estão presentes em não mais que quatro municípios do nosso Estado, e isso favorece que os provedores regionais façam um trabalho mais próximo, levando a comunicação de forma mais abrangente e fazendo com o que o mercado tenha um crescimento”, completa Dário.

Segundo o presidente da APIMS, os provedores regionais conseguem atender todos os segmentos em diferentes cenários, tanto em áreas urbanas como rurais, desde clientes residenciais, que buscam um serviço com bom custo-benefício até indústrias de grande porte, como usinas e fazendas. “Estima-se que de 60 a 62% do crescimento da comunicação hoje é graças aos provedores regionais. Há um reconhecimento muito forte, até mesmo do governo, de que quem faz inclusão digital hoje no Brasil são as PPPs, então essa inclusão que está acontecendo e se fortalecendo todos os dias é graças às empresas que prestam serviço de forma regional. Nós estamos presentes atualmente em 100% do cenário voltado à comunicação, mas sabemos que ainda há um longo caminho e muito trabalho para ser feito”, finaliza.

Associação de Provedores de Internet do MS.

Integrando novas tecnologias, ampliando conhecimento.

TOPO