Evento trouxe inovações técnicas para provedores de MS

  • Evento trouxe inovações técnicas para provedores de MS

O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR - NIC.br, responsável por coordenar e integrar as iniciativas e serviços da Internet no País, realizou na sexta-feira, dia 26 de abril, o IX Fórum Regional em Campo Grande . O evento reuniu provedores, órgãos públicos e outros atores envolvidos com a Internet para diálogos e trocas de experiências. A APIMS (Associação de Provedores de Internet de Mato Grosso do Sul) esteve presente, e o presidente Dário Burda Júnior realizou uma fala na manhã de abertura onde destacou o trabalho da entidade pelos provedores regionais. “Nos orgulhamos de ter participado desse evento, pois é uma grande oportunidade para os responsáveis pelos provedores se atualizarem e ampliarem seus conhecimentos, tornando as práticas mais seguras e melhorando a qualidade da internet”, comenta Neli Oliveira, vice-presidente da APIMS.

Uma das propostas do NIC.br é montar um PTT (Ponto de Troca de Tráfego) em Campo Grande, para trazer benefícios aos provedores e melhorar a qualidade da internet na região. “Em algumas questões técnicas a colaboração na internet é vital, e o fato de existir uma associação de provedores é muito importante pra que essa colaboração de fato aconteça e seja promovida”, explica Antonio Marcos Moreiras, gerente de projetos e desenvolvimento do NIC.br. Antonio se disse bastante impressionado com a participação dos provedores no evento, que lotaram o auditório do Living Lab MS. “A gente não vê esse interesse em todos os lugares e isso é um sinal positivo para o Estado, porque existe um interesse da comunidade técnica local em adquirir conhecimento e melhorar a infraestrutura”.

Dário destacou a relevância da parceria entre a APIMS e o NIC.br, que começou em 2016 e vem se estreitando. “O NIC.br representa a internet a nível nacional, e aproximar os provedores do órgão faz com que a internet fique uma coisa muito mais séria, e aumenta nossa responsabilidade de entregar um serviço de qualidade pra quem está contratando”, afirma o presidente. Da mesma forma, Antonio ressaltou a importância dos provedores de pequeno porte – que representam 60% da internet no Estado e estão presentes nos 79 municípios – para a inclusão digital na atualidade. “Temos uma enorme quantidade de municípios brasileiros em que as grandes operadoras não chegam, então os provedores regionais são muito importantes porque levam a infraestrutura da internet, que por sua vez promove o desenvolvimento da sociedade, dos indivíduos”, finaliza.

Associação de Provedores de Internet do MS.

Integrando novas tecnologias, ampliando conhecimento.

TOPO